2017 foi o ano da produção audiovisual na Jacoby Fernandes & Reolon Advogados Associados

Publicado em: 02/01/2018

Com o crescimento da internet e do sucesso atual das redes sociais, gravar vídeos e ter grande número de visualizações se tornou um dos grandes objetivos de quem almeja conquistar algum reconhecimento. No caso do escritório Jacoby Fernandes & Reolon Advogados Associados – JFR/AA o objetivo é outro: auxiliar o empresário e o gestor público a entender um pouco mais sobre as regras que norteiam a Administração Pùblica.

Por isso, em 2017, foi mais investimentos mais efetivos na gravação de vídeos e interação com os internautas. O canal do Youtube da JFR/AA se tornou uma das principais ferramentas de comunicação da Instituição, com publicações diárias de vídeos gravados pelo professor Jacoby Fernandes, Jaques Reolon, Murilo Jacoby, Ana Luiza Jacoby e demais advogados do Escritório. Além disso, vários parceiros e convidados fizeram participações especiais para abrilhantar ainda mais a qualidade dos materais.

Neste ano, o perfil da Jacoby Fernandes & Reolon Advogados Associados atingiu quase 200 mil visualizações no ano. O número de inscritos passou de 669 em 2016 para 2.124 em 2017. O vídeo mais assistido no ano foi Novo prazo para recebimento de precatórios, com mais de 3,6 mil visualizações, publicado em 2 de junho.

 

Retrospectiva dos vídeos mês a mês

No começo do ano, três vídeos se destacaram: Convênios e instrumentos de repasses – Portaria Interministerial 424/2016, com mais de 1,4 mil visualizações; O que é e quais os usos do suprimento de fundos?, que foi assistido 1.440 vezes; e Servidor com dependente PNE e a redução da carga horária de trabalho, teve 930 visualizações. Em fevereiro, os vídeos com maior número de visualização foram: Função de confiança e cargo em comissão, com 1.625; Constitucionalidade de pagamento de 13º salário e férias a prefeitos, visto 941 vezes; e Histórico da implementação e aplicabilidade da Lei Anticorrupção, com 746 pessoas que assistiram.

Já no mês de março, os vídeos do canal que foram mais acessados foram: Participação de agente público em eventos custeados por terceiros – 540; Licitações para realização de eventos – Acórdãos do TCU – 518; e Aplicação indevida de margem de preferência em licitações – 465 visualizações. No quarto mês do ano, outros vídeos ganharam a preferência dos seguidores: Compliance: o que é e quais os aspectos relevantes? – 1,5 mil visualizações; TCU recomenda aprimorar controle interno na concessão de passagens – 785; e Diferença entre sobrepreço e superfaturamento em obras públicas – 585.

Em maio, 1.173 vezes o vídeo Posso indicar marca em uma licitação? foi assistido. Em seguida, Regulamentação da pesquisa de preço no Governo Federal – IN 3/2017, recebeu 1.013 visualizações. Por fim, Decreto nº 9.048/2017 altera e moderniza a Lei dos Portos, com 1.005. Junho foi o mês de publicação do vídeo mais visto: Novo prazo para recebimento de precatórios, com mais de 3,6 mil visualizações. Em segundo lugar, o vídeo Vereadores podem rejeitar contas de prefeito com parecer favorável do tribunal de contas? recebeu 1.157 visitas. Em terceiro lugar, Pregoeiro: Código de Conduta com 1.106 visitas.

Começando o segundo semestre, temas interessantes também serviram de base para gravações de vídeo. O mais visto foi: É possível uma estatal implantar o Sistema de Registro de Preços Permanente?, com 1470 visualizadas. Seguido do vídeo Programa de Desligamento Voluntário – PDV – Tudo que você precisa saber, com 1.063; e TCU entende que Administração Pública pode contratar Uber e similares, visto 600 vezes. Já no mês de agosto, o vídeo mais procurado foi É possível o parcelamento de multas de trânsito?, visto 2.578 vezes. Em segundo lugar, informações sobre novo Decreto de atendimento ao público – Decreto facilita atendimento ao cidadão nos órgãos públicos, com 573 visualizadas. Por fim, Contrato por escopo e contrato por prazo indeterminado – Diferenças, assistido 537 vezes.

No mês de setembro, Habilitação de licitantes – Exigência de certidão complementar – 962; Publicações do TCE/MG para auxiliar o gestor público – 648; e Calote da Administração Pública – O que fazer? – 647. Em outubro: Contratação de artistas – Prestação de contas de convênios – 697; Decurso do tempo para citação inválida – Tomada de Contas Especial – 588; e DF estabelece regras para alterações em contratos administrativos – 587.

Nos dois últimos meses do ano, o trabalho continuou intenso. Em novembro, os vídeos mais vistos foram: Dispensa de licitação só é crime quando há dolo – 1.196; Exigência de certidões e atestados em licitação – 657; e Critérios para aplicação da pena de impedimento de licitar em pregão – Presidência da República, visto 610 vezes. Já no mês de dezembro, três temas ganharam destaque: Padronizações de editais, contratos e termos de referência – Licitações – 728; Governo lançará sistema informatizado de compras governamentais 483; e Limite máximo de adesões a atas do registro de preços, visto 388 vezes.

Acessos pelo Facebook

Os vídeos publicados no Facebook agradam públicos diferentes dos que visitam o canal do Youtube. O perfil está quase chegando na meta de 4.000 inscritos, um crescimento de mais de 300% na comparação com o ano passado. Prova dessa variedade de audiência é a diferença dos vídeos mais visualizados na comparação com o Youtube. Os mais acessados em 2017 no Facebook foram:

  1. Projeto cria código de defesa de usuários de serviços públicos – 3,3 mil;
  2. Licitação micro pequena empresa – Valor Anual – 2,8 mil;
  3. Dispensa de licitação só é crime quando há dolo – 1,1 mil;
  4. Licitação exclusiva – ME/EPP – Valor limite – 1,3 mil;
  5. PL 1793/2011 – Publicação das atas de registro de preços – 1,1 mil;
  6. Contrato por escopo – Prazo indeterminado – Diferenças – 1 mil.

 

Vale uma menção honrosa também aos seguintes vídeos no Youtube: Desvio de função – Servidor – Cargo em comissão – 1 mil; Cargo em comissão – Critérios de Ocupação – TCE/RO – 1,2 mil; Registro de Preços Permanente – Estatais – 1,3 mil; Seguro D&O e a aplicabilidade nas Estatais – 1 mil.

Últimas Notícias

Contas prestadas com atraso configuram improbidade

18/09/2018
A 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região condenou um ex-prefeito de Cássia dos Coqueiros/SP por prestar... Leia Mais

TCU inocenta deputado Romoaldo Júnior e candidato volta a ficar elegível

14/09/2018
O candidato a deputado estadual no Mato Grosso Romoaldo Aloísio Boraczynski Junior, mais conhecido como Romoaldo Junior, teve suas... Leia Mais

Utilizar organizações sociais é ótima solução para gestão de museus, defende especialista

13/09/2018
Na semana passada, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, deu uma entrevista para a Época, afirmando que o... Leia Mais

Nossos Contatos

Endereço do escritório

SHIS QL 12, Conjunto 4, Casa 20, Península dos Ministros - Lago Sul - Brasília/DF - CEP: 71.630-245

Só atendemos com hora marcada

Ligue e agende seu horário

+55 (61) 3366-1206

NÃO RECEBEMOS CURRÍCULOS FORA DE PROCESSOS SELETIVOS.
TEM INTERESSE EM TRABALHAR CONOSCO?

Siga-nos nas redes sociais para acompanhar eventuais vagas disponíveis:

Nome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Mensagem